Dossiê: Académica de Coimbra

Amigos leitores do Blog EU, RADAMÉS Y PELÉ, em primeiro lugar, obrigado pelo sucesso das duas primeiras edições da Série Dossiê com Napoli e Chelsea. O ibope do blog esteve acima da média nos dois dias. Hoje, partimos para a terceira parte da série, com uma equipe, digamos assim, nada mainstream no imaginário do boleiro.

Se trata da surpreendente Briosa, mais conhecida como Académica de Coimbra (com acento agudo mesmo), em Portugal.

Académica de Coimbra

Mais conhecida pelas suas Faculdades que são referência no mundo todo, além da célebre música gravada pelo Rei Roberto Carlos nos anos 60 no LP “Jovem Guarda”, Coimbra era uma cidade que, a princípio não havia nada muito relevante para nos apresentar no Futebol.

Inicialmente, a busca remota por algo da bola seria por souvenirs da pequena Naval, outro clube local, que disputa as divisões inferiores de Portugal. Quando chegamos a recepção do simpático Hotel Oslo em Coimbra, passava um jogo do Sporting Lisboa contra o Moreirense na TV, o qual selava a eliminação inacreditável do clube da capital na prorrogação perante um clube mais fraco do interior por 3×2, de virada.

Ainda quando o Sporting vencia por 1×0, perguntei ao Gerente do Hotel, que nos recebia naquela noite que ventava muito, sobre sua preferência clubística. O mesmo dizia que era torcedor do Benfica e também do Académica.

Benfica, ok. Qualquer um sabe o que é Benfica. Mas confesso que fiquei com pulga atrás da orelha sobre o Académica. Subi para meu quarto tentando lembrar do segundo clube do Gerente. E nada.

Confesso que me recordava pouco do clube da cidade universitária da Terrinha, exceto de, que era sempre o primeiro clube, na ordem alfabética de games como o PES e o FIFA quando escolhíamos clubes portugueses.

Em tempo: note como um simples game de Futebol pode colocar pequenos times do interior brasileiro e de todo o mundo no imaginário dos boleiros de qualquer canto do planeta, mesmo que de forma superficial.

Hall de Entrada do moderníssimo Estádio EFAPEL. A estrutura do Académica me surpreendia muito positivamente.

Hall de Entrada do moderníssimo Estádio EFAPEL. A estrutura do Académica me surpreendia muito positivamente.

Mais tarde, subi até o bar do Hotel (na cobertura) pra ver o resto do jogo do Sporting Lisboa. Pedi duas Super Bocks e fiquei só de olho na reação do pessoal.

O bar do Hotel estava lotado de senhores torcedores do Leão, que se desesperavam ao ver a virada do Moreirense pra cima do clube do Alvalade XXI e uma porrada de bolas chutadas pelo Sporting bater na trave ou o goleiro do Moreirense operar milagres. E nada de “golo” pro Leão, que se despedia melancólicamente da Taça.

A poucos segundos da partida acabar, selar a eliminação do Sporting e a demissão do técnico Oceano (ídolo do Sporting Lisboa nos anos 80 e hoje, treinador), uma senhora, com forte sotaque lisboeta, murmura:

“O Académica vais ser campeão de novo da Taça de Portugal, ó pá….”

E eu tentando conjuminar que caralhos seria o tal de Académica, que eu não me recordava de seus trunfos em Portugal, quiçá internacionais. Já de volta ao quarto, no meu imaginário, ainda não estava claro. Resolvi ir dormir e esquecer o Académica temporariamente.

No dia seguinte, sairíamos da cidade rumo a outros destinos lusitanos. Por ali, era apenas um pernoite para conhecer a Faculdade e demais pontos turísticos. De cara, já achei um cachecol do Académica (isso porque procurava um da Naval) e já descobria duas informações.

Informações, talvez banais para torcedores do clube, mas de alta relevância para este que vos escreve: que o apelido do clube era Briosa (assim como a nossa querida Portuguesa Santista no Brasil) e que o Académica era preto e branco (jogava todo de preto em homenagem ao uniforme dos estudantes da universidade local). Já gostei das cores (risos).

Na banquinha de souvenirs, perguntei a simpática senhora lusitana que vendia cachecóis sobre qual era a cidade do Académica, e ela me respondia que era de Coimbra mesmo. Aaaaaaaaaah, pronto. Aí caiu a ficha do dia anterior sobre o time do coração do Gerente do Hotel Oslo.

Paguei sete euros, comprei o cachecol, e segui o passeio pelo centrão de Coimbra. Obviamente, material dos três gigantes portugueses (Benfica, Sporting Lisboa e Porto) era bem mais presente do que produtos do Académica. Porém, ele aparecia também. Era possível ver em outras lojas, diversos modelos de cachecóis do clube.

Após a visita na clássica Faculdade, uma surpresa, descendo a rua para pegar a famosa Auto-Pista (estrada) e seguir pra outro lugar: eis o maravilhoso Estádio EFAPEL, (Naming Rights de uma empresa enorme de aparelhagem elétrica para instalações domésticas (tomadas, interruptores, etc)).

E não pára por aí. Mesmo sem dar nome a nada, o Académica também possui patrocínio da gigante norte-americana Herbalife.

Caras, que estádio meia-boca, que nada. Com 30.000 lugares, todo moderno, chique e com um escudo enorme do Académica de Coimbra. Acima dele, um logo maior ainda da Europa League 2012/2013, e abaixo, em tamanho reduzido, os três adversários do Académica na competição.

O clube de Coimbra era um dos 3 portugueses no torneio (os outros dois são o Marítimo e o Sporting Lisboa).

Entre os adversários de grupo, inclusive o Atlético de Madrid, da sensação atual do momento, o colombiano Falcão Garcia. Os outros dois adversários da fase de grupos para o clube do EFAPEL eram o Hapoel Tel-Aviv de Israel e o Viktoria Plzen, da República Tcheca.

Sim, apesar de interiorano, o Académica se tornava um time internacional: mais adentro, descobríamos que seu material era fornecido pela Nike e era o atual Campeão da Taça de Portugal 2011/2012, derrotando o Sporting Lisboa na Final por 1×0, lhe dando o direito de disputar a Europa League.

Banner da Europa League no Estádio EFAPEL. Projeção internacional.

Banner da Europa League no Estádio EFAPEL. Projeção internacional.

Tiramos algumas fotos do EFAPEL, embora em um momento breve, pois precisávamos ir embora. Não seria possível visitar, pois ele estava fechado. Mas, do lado de fora, se revelava um estádio do interior extremamente bem cuidado, e por dentro, um time Campeão Nacional disputando com o Braga e com o Marítimo para virar a quarta potência atual do país.

Mais tarde, na web, descubro que o EFAPEL não era moderno e com cara de estádio de Metrópole por acaso: o mesmo sediou jogos da EuroCopa 2004 (aqueeeeela, que Portugal de Scolari sucumbia na Final para a pragmática Grécia por 1×0, no Estádio da Luz). Provavelmente se tratava de um Estádio 4 ou 5 Estrelas da UEFA.

E isso em uma cidade interiorana e universitária. Clube estruturado, pronto pra brigar contra os gigantes da capital e de outros países, com Naming Rights e patrocinador internacional.

Uma bela aula para clubes como Guarani, Ponte Preta, Criciúma, Juventude, Joinville, Ipatinga, São Caetano, Santo André e Barueri, demais clubes fora de capitais, que já tiveram alguns momentos de lampejo no cenário nacional e hoje, encontram-se meio sumidos quando comparados aos gigantes. Dá sim, para ser como o Académica. E olha que financeiramente no esporte, estamos muito acima da Terrinha.

A lição que tiramos de Coimbra ? Uma Faculdade consagrada pode nos ensinar, talvez até por administração de futebol por osmose (risos).  Como transformar um clube modesto (mas com uma grande torcida no país) em sensação internacional. Entre estudantes e professores, na bola, temos uma jóia portuguesa, com certeza.

O EFAPEL lotado. Cena que infelizmente não pude ver ao vivo.

O EFAPEL lotado. Cena que infelizmente não pude ver ao vivo.

ACOMPANHE MAIS FOTOS DO TOUR PELO FUTEBOL EUROPEU EM MEU FACEBOOK ! BASTA PROCURAR “LUÍS BUTTI” E IREI ADICIONÁ-LO.

Até mais !

Luís Butti
Twitter: @luisbutti

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s