Sensacional !

Caros amigos do Blog EU, RADAMÉS Y PELÉ, é o seguinte: sempre que temos uma Série B de Campeonato Brasileiro sem um dos 12 gigantes, tende a ser chata, monótona ou com times subindo por falta de opção. Mas 2012 está nos reservando uma surpresa espetacular.

A primeira é o líder: o Criciúma, de Santa Catarina, Campeão da Copa do Brasil de 1991, com o então desconhecido Luiz Felipe Scolari, volta a cena nos dias atuais e vai liderando a competição, quando a maioria esperava um Vitória, um Goiás ou um Atlético Paranaense fazendo isso com certa facilidade.

A segunda é o embate sensacional que vimos no começo da semana entre Criciúma e América de Natal no Heriberto Hulse. O tigre catarinense, como na maioria das vezes, imbatível em seus domínios, abriu o placar e parecia que ia deslanchar, ainda mais quando o América de Natal tem um atleta expulso.

E é aí que entram as surpresas do Mundo do Futebol, caros amigos. O América de Natal resolve complicar a parada, empata, vira e amplia a partida. 3×1 para o time do Rio Grande do Norte.  E tudo isso na reta final da peleja. Parecia que o Tigre perderia a tal liderança. Parecia.

Aos 39 minutos do segundo tempo, o Criciúma resolve reagir e diminui. Não basta. Também empata, e tchan ! Vira ! Em três gols praticamente iguais. Detalhe: o Criciúma havia perdido Zé Carlos,  essencial em seu estilo de jogo, revoltado por um pênalti não marcado, acerta o goleiro do América de Natal e vai pra rua.

Gol do Criciúma ! E o Tigre agita ainda mais a não mais monótona Série B !

Gol do Criciúma ! E o Tigre agita ainda mais a não mais monótona Série B !

Bravo, Tigre !!! Renasce o futebol de Santa Catarina assim como explodia no país em 1991 com o mesmo Criciúma na Copa do Brasil. Assim como explodia o Figueirense em 2007, vice-campeão da Copa do Brasil, perdendo pro Fluminense.

Assim como o Avaí, que subia para a Série A em 2008 junto com o Corinthians. E lembrando que, também podemos ver o Joinville na divisão principal, que tem chances reais de subir.

Resumo da ópera: o Criciúma faz e acontece na Série B, deve subir e traz por tabela, mais dois clubes do estado. E, com um pouco de boa vontade e a permanência do Figueirense na Série A, veremos quatro times de Santa Catarina na Série A.

É simplesmente do caralho a reação do futebol de um estado, aparentemente inferior em comparação ao Rio Grande do Sul e ao Paraná. Santa Catarina merece. Um prêmio sensacional para um estado que, injustamente ficou fora da Copa do Mundo de 2014, mas que dentro de campo, pode ter quatro representantes.

Perdoem a repetição do termo, mas o Tigrão de Santa Catarina e sua maior torcida do interior do país lotando o Heribelto Hulse é algo sensacional. A Série B promete, e se tudo der certo, a Série A de 2013 também.

 

Até mais !

Luís Butti
Twitter: @luisbutti

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s