O maior clássico do mundo

Véspera de Decisão de Campeonato. Seu time está pronto para um caneco inédito, e a torcida está eufórica. O adversário também é muito bom e pode vencer a partida, sem ser considerado zebra. Jogo único, e em casa. Empate leva para os Pênaltis. Quem vencer, leva o caneco. O clima é febril.

Você acende velas. Faz suas orações, mandingas, promessas e oferendas. Leva seu terço pro estádio, ou até uma imagem de santo. Enterra um sapo no quintal de casa e vai com a cueca do avesso pro estádio. Enquanto isso, o Departamento Técnico, no vestiário, corre contra o tempo e torcendo pela medicina curar o camisa 9, artilheiro do time que está prestes a não atuar.

Sua ausência na partida seria um desfalque e tanto. Seu substituto é um menino de 19 anos, inseguro, não muito bom e que, nas poucas vezes entrou em campo no longo torneio, pouco fez ou empolgou. O que poderia comprometer seriamente as chances de campeonato de um dos dois lados da peleja.

Com infiltrações no joelho, gelo, tratamento, o 9 artilheiro e craque do time, pra delírio da torcida, vai a campo no sacrifício, e faltando dez minutos para o Final da partida, quando tudo se encaminha para os penais, o jogo se resolve nos pés do craque. Mesmo recém-machudado, o craque, cercado pela melhor dupla de zaga do torneio, enfia a bica na bola próxima a meia-lua e faz, na raça e na sorte o gol da vitória de 1×0 que garante o título. A bola bate nas duas traves antes de entrar, e rola pra dentro do gol, como se fosse um milagre.

O jogo acaba 1×0, o time é Campeão, festa nas arquibancadas, ruas e gramados. Pôster nas bancas e faixa de campeão nos semáforos. Situações como estas acontecem N vezes pelo mundo, a cada ano e em vários locais diferentes. Mudam os personagens e mantém a questão:  quem fez realmente o time ganhar o título? A Religião ou a Ciência ?

Religião x Ciência é, sem dúvidas o clássico mais antigo do universo, muito antes de surgir o futebol. Como surgiu o mundo ? Um Big Bang ou Deus criou em sete dias ? Darwin estava correto ? É tudo um milagre ? Realmente Jesus Cristo andou pelas famosas terras sagradas ? E, é claro, que essa discussão se expandiu pro Futebol.

Quem nunca viu gente em roda de discussão sobre futebol exaltar São Jorge, São Paulo, São Judas Tadeu, João de Deus ou N padroeiros por tal gol ou tal defesa ? Ou gente afirmando que foi apenas o avanço da ciência capitaneada pela medicina é quem fez Ronaldo Fenômeno ou Zico voltarem, vitoriosos aos campos ? Não adianta, é clássico.

Clássico que não tem time, não tem cor e nem torcida. Clássico que muda de opinião e de lado a cada Campeonato, a cada torcedor. Aquela Copa, aquela Taça, aquele Campeonato, é mais mérito da Ciência ou da Religião ? Em quem você acredita ?

Ronaldo, na contusão pela Internazionale. Quem deu vida nova ao Fenômeno ? Religião ou Ciência ?

Ronaldo, na contusão pela Internazionale. Quem deu vida nova ao Fenômeno ? Religião ou Ciência ?

Falamos acima de Ronaldo Fenômeno, então o usaremos de exemplo. Copa de 2002, Brasil x Alemanha. Luiz Felipe Scolari, um gaúcho e católico fervoroso, naquele clímax de união, de Família Scolari, na vibe de “tudo dará certo, Deus está com a gente”. Aposta em tudo quanto é Santo. E seu principal jogador, Ronaldo Fenômeno, também bastante apegado a Deus, é curado por um longo esforço da ciência.

Antes do torneio, parecia impossível faturar tal título. Mas Ronaldo vai, e gol após gol, passe após passe, jogo a jogo, contra adversários complicadíssimos e surpresas bastante embaçadas, chega contra a Alemanha e fatura o PentaCampeonato para o Brasil.

E aí ? Se tivéssemos que creditar o título extra-campo para apenas um, para quem seria ? Pela fé de  Ronaldo, Scolari e do grupo em Deus ou pelo trabalho de Runco, Filé, Lídio Toledo e todos os profissionais da Medicina e da Ciência que recuperaram Ronaldo durante todos os anos que antecederam o Penta ?

A discussão é áspera, longa e frequente. E está aberta para você decidir. Religião ou Ciência ?

Até mais !

Luís Butti
Twitter: @luisbutti

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s