100 Coelhos

100 anos de Coelho !

100 anos de Coelho !

Amigos do Blog EU, RADAMÉS Y PELÉ, é o seguinte. Hoje tem festa verde em Belo Horizonte. O América Mineiro, além de estar classificado para a Final do Campeonato Mineiro ao despachar o Cruzeiro na semi-final por 2×1, está completando cem anos de vida nesta segunda, dia 30.

Nascido do devaneio de rapazes surgidos das Ruas Bahia e Timbiras, na elite de BH dos anos 10, o nome e as cores do América surgiu de uma maneira, digamos, diferente: um sorteio. Os demais nomes eram Arlequim, Tymbiras e Guarany (com y mesmo). Venceu o América Foot-Ball Club e as cores verde e branco. O nome posteriormente foi aportuguesado oficialmente para América Futebol Clube.

Após a benéfica fusão com o Minas Gerais Futebol Clube, motivo com qual fez o América crescer muito, alguns jogadores sairiam do Atlético Mineiro, e iriam para o América, o que configura que o Coelho, indiretamente, também surgiu do Galo e se sustentou como outro gigante das Alterosas.

Por muitos anos, o foco do Futebol Mineiro foi em Atlético Mineiro e Cruzeiro, mas foi o Coelho quem conseguiu um feito, no planeta apenas igualado pelo ABC de Natal e que consta no Guinness Book: ser DECACAMPEÃO. Isso mesmo, o América Mineiro venceu, nada mais, nada menos que os Campeonatos Mineiros de 1916, 1917, 1918, 1919, 1920, 1921, 1922, 1923, 1924 e 1925. Dez vezes consecutivas.

Não foi a primeira vez em que o América Mineiro figurou no Livro dos Recordes. Até pouco tempo atrás, o atacante Fred (ele mesmo, craque do Fluminense nos dias atuais) foi o autor do gol mais rápido da história do Futebol numa Copa São Paulo em 2003, com apenas 03 segundos e 07 jogados. Só perdeu o posto em novembro de 2009, quando o atleta árabe Awaf al-Abed fez um gol mais rápido ainda, na Copa do Príncipe na Arábia Saudita.

Outro feito marcante para o América Mineiro foi ter revelado Tostão em suas categorias de base, e perder o craque de uma forma inaceitável e até certo ponto infantil para o rival Cruzeiro, que faria a sua era de ouro nos anos 60 e 70. O motivo ? Fechamento de seu Departamento Juvenil, reaberto apenas anos depois.

Tostão. A Fera de Ouro, na verdade, nasceu foi no Coelho.

Tostão. A Fera de Ouro, na verdade, nasceu foi no Coelho.

O América cresceu, surgiu o Mineirão e o Independência, além de muitas outras glórias, como acessos a Série A do Brasileirão como 1997 (para 1998) e 2010 (para 2011) e outros títulos mineiros,  destaque para o de 1993, que revelou o ídolo Euller, o Filho do Vento e consagrou o goleiro-ídolo Milagres, e o de 2001, revelando Rui Cabeção e o volante Fabrício, consagrado no Corinthians e hoje no São Paulo. Destaque também para o título da Sul-Minas de 2000.

Mas a grande glória do América Mineiro não está em títulos, e sim em seus torcedores extremamente ilustres e selecionadíssimos. Nada mais, nada menos que Juscelino Kubitscheck e Tancredo Neves eram torcedores do Coelho. O América Mineiro também fez bonito no cenário musical de Belo Horizonte com Flávio Venturini e Fernando Brant no Clube da Esquina, movimento musical que mudou a MPB.

No humor, destaca-se o ceguinho Geraldo Magela, torcedor americano,  famoso por ser um dos pioneiros a quebrar preconceitos e transformar em piada a sua própria deficiência.  Os torcedores do América Mineiro, é verdade, nacionalmente não são muitos. Mas os poucos são ilustres e mudaram de forma positiva a história do país no seu setor de atuação.

Hoje, o América Mineiro completa 100 anos na sua melhor forma: além do Independência modernizado e recém-reinaugurado com uma vitória de 2×1 no Argentinos Juniors, irá lutar pelo Caneco do Mineiro contra o Galo, exatamente o seu grande rival durante este Centenário, e o clube que deu vida e força ao Coelho, no começo da história. Será que vem outro título, para coroar 100 anos de Coelho ? É esperar pra ver.

Felicitações ao América Mineiro !

Até mais !

Luís Butti
Twitter: @luisbutti

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s