Vaticano da Bola, 72 Anos

Nem eu.

Nem eu.

Senhores, hoje o estádio mais belo e importante do país está completando 72 anos. O nosso querido Paulo Machado de Carvalho, o Pacaembu está completando setenta e duas primaveras, cheias de emoções, manhãs, tardes e noites inesquecíveis no centro paulistano. Num visual art-decó impecável e fachada imponente, antes com concha acústica e depois com Tobogã, o Pacaembu também ficou famoso pela sua excelência de visão de jogo, onde em qualquer lugar que você sente, é possível ver toda a extensão do campo com certa qualidade.

Estádio mais importante sim, porque foi o local que viu o Futebol Profissional começar a engrenar por aqui no Brasil no Pós-Guerra (anos 40 e 50) e também ver o auge de grandes atletas como Rei Pelé, Leônidas da Silva, Doutor Sócrates, Ademir da Guia e Roberto Rivelino, também foi o estádio que impulsionou a construção de demais gigantes como o Morumbi, o Mineirão e o Maracanã (o mais famoso) e a modernização de demais já existentes. Sem o Pacaembu, provavelmente não haveria nada disso.

Ou seja, o Renascimento do Futebol Brasileiro, passa obrigatoriamente pelo Pacaembu. Não apenas para os corinthianos, mas pra todas as torcidas. É uma Catedral do Esporte, onde Deuses, Mitos e Lendas vagam até hoje. Por isso, o apelido carinhoso com qual me refiro ao estádio: Vaticano da Bola.

Quem não se lembra da bicicleta de Leônidas da Silva ? Os gols de Viola, Rivelino e Doutor Sócrates ? As primeiras tardes gloriosas de Rei Pelé ? A Decisão do IV Centenário em 1954 ? Os filmes de Mazzaropi filmados ali dentro ? O gol do elástico e a despedida de Romário, e também golaços e o adeus de Ronaldo Fenômeno ? Os saudosos dribles de Dener e Enéas ? As vaias a Seleção no 2×2 contra a Suíça na Copa de 1950 ?

Talvez também se lembrem dos épicos Santos x Botafogo, de Pelé x Mané. O clássico campineiro disputado ali, nos anos 80. Ou das tardes de Ademir da Guia, Dudu e Leivinha, na Academia. As N Finais de Taça São Paulo de Juniores ? Da reestréia de Bebeto, ao lado de Edmundo em 1992 pelo Vascão e o Botafogo Campeão Nacional ali dentro em 1995. Ou até o descolamento da retina de Tostão num Corinthians x Cruzeiro.

Não adianta, torcedores de clubes do país inteiro tem história pra contar no Vaticano da Bola. Mas certamente, nenhum deles tem a paixão tão forte por este estádio como o torcedor corinthiano. E eu, representante desta classe que faz deste local a segunda casa (para muitos, a primeira), tenho uma liberdade maior para falar deste local.

Desde a primeira vez em que pisei neste estádio, há quase vinte anos, num Corinthians 1×0 União São João de Araras em 1994, até os dias atuais, foram inúmeras manhãs, tardes e noites ali. Pra se ter uma idéia, desde 2008, se perdi cinco jogos neste estádio, foi muito. Eu costumo dizer que, eu não sei se eu vou pra casa. Mas eu sei que eu vou para o Pacaembu.

Sim, existem espíritos, lendas e mitos neste estádio. Doutor Sócrates, desde o dia em que foi embora, justo no Penta Campeonato corinthiano no Final de 2011, mora ali até hoje. E quando os refletores do Vaticano da Bola se apagam e todos os torcedores retornam as suas casas, Doutor sobe ao gramado qu lhe serviu de cenário em vida e aproveita para exercitar seu calcanhar mandando bolas na gaveta.

Dona Elisa, torcedora símbolo do Corinthians por muitos anos,  também ainda vive por lá. A propósito, já vi torcedor jurando de pé junto que já viu Dona Elisa ali, no lugar em que a mesma sempre ficava, mesmo quase 25 anos após a sua morte. Tia Elisa sempre ficava no meio, onde hoje há a separação da verde pra amarela. Ficava não. Ainda fica. Na verdade, ela nunca saiu de sua casa.

O Vaticano da Bola não foi apenas bola nestes 72 anos. Cenário de vários mega-shows como Roger Waters, Iron Maiden, Grupos Evangélicos e demais astros, além de históricos atos políticos em anos antes da Ditadura Militar se instalar no país. Figuras políticas fizeram história por ali. O discurso mais famoso é do Líder Comunista Luís Carlos Prestes, em 1945.  Vitimado pela ganância de sua Associação que conseguiu a proibição de eventos e shows por ali, o Pacaembu hoje sedia apenas o Futebol, e a sua Feira, na Praça Charles Muller.

Porém, o que era história está bem perto de virar saudade. Dentro de um ano e meio, a Arena Corinthians em Itaquera ficará pronta e o Corinthians passará a mandar seus jogos ali, assim como acontecerá com a Arena Palestra, para o Palmeiras e a Modernização do Morumbi para o São Paulo. Tanto o Timão, clube que, de longe mais atuou por ali, assim como seus rivais deixarão de atuar, desta vez em definitivo, no Pacaembu.

Não se sabe com exatidão o que irá acontecer com o Pacaembu após a Copa de 2014. Mas a hipótese mais provável é que o gramado seja substituído por quadras poli-esportivas, piscinas e pistas atléticas, virando um Clube Social. Suas dependências seriam demolidas, ficando apenas os 8.000 lugares da arquibancada principal e sua fachada, tombados pelo CONDEPACC, como Patrimônio Histórico. Seguiria funcionando, mas Futebol ali, realmente adeus.

Para amenizar esta saudade que já bate desde já e o breve adeus ao local que, chegará em questão de meses, meu amigo sambista e corinthiano Dani Turcheto lançou o projeto NÃO TE ESQUEÇO PACAEMBU, o qual, seu logo ilustra este Post. O projeto consiste num site, onde o corinthiano pode enviar fotos, vídeos e depoimentos históricos sobre o estádio.

Dani também compôs um samba em homenagem ao Vaticano da Bola. O projeto (junto com o samba) pode ser conferido no endereço http://www.naoteesquecopacaembu.com.br/

Parabéns, Vaticano da Bola ! 72 Anos de História. Fica a nossa homenagem, principalmente de quem frequentou durante décadas.

Até mais !

Luís Butti
Twitter: @luisbutti

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Vaticano da Bola, 72 Anos

  1. Caselli disse:

    Que lindo Butti!

    Esse texto é fantástico e eu me lembrei quando era pequeno e meu pai me levava para eu assistir o Corinthians jogar! Também era o meu único pedido!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s