O Galo que voa.

Já fazem algumas semanas que eu quero postar sobre este assunto aqui no Blog, e definitivamente, depois da rodada da Copa do Brasil de ontem, não dá mais para esperar.  Afinal de contas, quem segura o Atlético Mineiro de 2012 ?  O Galo está voando tanto no Campeonato Mineiro como na Copa do Brasil.

Você pode contra-argumentar: “jogou contra ninguém”. Jogou contra o padrão dos grandes Campeonatos Estaduais e os primeiros adversários da Copa do Brasil, meu amigo. Se for assim, o país todo está jogando contra ninguém e todos os clubes brasileiros estão enganando. Segue o barco pois o Galo está voando.

Impulsionados pelo talento de Danilinho no meio de campo, o Atlético Mineiro começa a esboçar um cenário de que “esse ano vai”. Cenário, este que sempre que é armado, termina em frustração, mas estamos quase em Maio e o Galo, até domingo estava 100%, perdendo a totalidade ao empatar o clássico com o Cruzeiro em 2×2.

Méritos pela velocidade de seu estilo de jogo implantado por Cuca (curiosamente, um técnico tradicionalmente meio bundão e retranqueiro – finalmente soltando o time) e bastante acelerado pelo talentoso e oportunista atacante André. Pode reparar nos gols do Atlético Mineiro: maioria é contra-ataque pegada Papa-Léguas e pá-puf: caixa.

Galo Forte e Voador. Na minha opinião, o grande favorito ao título da Copa do Brasil

Galo Forte e Voador. Na minha opinião, o grande favorito ao título da Copa do Brasil

Ontem foi mais um exemplo: 5×0 no Penarol do Amazonas (isso mesmo, Penarol mesmo, sem ñ) , com direito a Hat-Trick e gol de Bicicleta de André. Os outros dois foram de Felipe Souto e Guilherme. Jogo de volta eliminado e foco no Tupi, pelo Campeonato Mineiro.

Mas a “moleza”está para acabar pro Galo Voador:  vai começar a encarar adversários realmente fortes tanto no Campeonato Mineiro (mais vezes o Cruzeiro e o América MG) e também na Copa do Brasil: vem aí São Paulo, Coritiba, Botafogo, Palmeiras, Grêmio, o próprio Cruzeiro e talvez, os surpreendentes Remo e Paysandu, que apesar de sumidos, tem uma certa tradição e estão bem. Na próxima fase da Copa do Brasil já tem o Goiás. Ou seja, o primeiro teste de fogo para o Galo no Mata-Mata nacional.

É preciso esperar mais um pouquinho pra cravar se o Galo vai, finalmente botar a segunda estrela dourada na camisa com outro título Nacional (Copa do Brasil) ainda neste semestre. Mas eu, particularmente confesso que não lembro de um começo do Atlético Mineiro tão firme deste jeito. Se eu tivesse que dar a minha opinião, se vai levar a Copa do Brasil ou não,  mesmo com N favoritos também disputando, eu não teria dúvidas: vai. Após 41 anos, sinto cheiro de caneco nacional pro Galo Mineiro. Não me pergunta porque. Mas o Atlético Mineiro se mostra numa maturidade e um elenco com boas opções, que, há anos eu não via.

A única coisa a se lamentar é a ausência do Mineirão neste triunfo que, está com muita cara de chegar. O Atlético Mineiro merecia um palco a sua altura, pela apoteose de seu belo futebol.  Sinceramente, Arena do Jacaré em Sete Lagoas e Parque do Sabiá em Uberlândia estão longe da imponência do glorioso Estádio Magalhães Pinto, que recebe as reformas para a Copa de 2014.

Mas a questão é que o atleticano pode e deve botar fé nesta equipe. Se eu que não sou (sou corinthiano), estou botando, imagine quem é.

Até mais !

Luís Butti
Twitter: @luisbutti

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s