Os Futebolistas estão chegando

Chegou o dia. Hoje a noite, os fãs de Música e Futebol finalmente terão o encontro com um dos maiores gurus dessa união sublime: Jorge Ben Jor estará presente no Campinas Hall, conforme já comentamos algumas semanas atrás. Clássicos serão executados e trilhas sonoras da bola, relembradas.

Mas, o Blog EU, RADAMÉS Y PELÉ pergunta: Você conhece a história básica de todas elas ? Ou, pelo menos as mais famosas ? Vamos relembrar em pequenos pitacos o que significa cada canção ou pincelada futebolística de Jorge. Os Futebolistas estão chegando em forma de canção.

Jorge Ben Jor: sucessos que embalam os boleiros há décadas

Jorge Ben Jor: sucessos que embalam os boleiros há décadas

“Ponta de Lança Africano (Umbabarauma)” – A canção que abre o álbum “África Brasil” e exalta o estilo mais black de Jorge Ben (ainda sem o Jor), relata a história de Umbabarauma, um ponta-de-lança africano, o chamado homem-gol. Resta saber se Umbabarauma é um personagem fictício ou se existiu mesmo.

“País Tropical” – Provavelmente a canção mais famosa de Jorge Ben Jor, e uma das canções brasileiras mais regravadas e executadas no exterior, escancara a paixão de Jorge pelas coisas simples e felizes deste país: o Fusca, o violão e a mulher. E, é claro, o Flamengo, time de coração de Jorge.

“Cuidado com o Bulldog” – Também gravada e bastante cantada por Wilson Simonal, a canção conta uma divertida história de um Bulldog que castiga pessoas traiçoeiras mordendo seus traseiros (risos), impedindo que as mesmas possam ir as cadeiras do Maracanã, tendo que ficar de pé na Geral.

“Camisa 10 da Gávea” – Uma homenagem escancarada a Zico, na época melhor batedor de faltas do país (do mundo, talvez ? ), que brinca: se pintar falta na entrada da área pro Mengão, já sabe quem é que vai bater, e em 90% das vezes, guardar. Também foi regravada nos anos 90 por outros artistas.

“Homenagem Rubro-Negra (Joga Corinthians)” – Apesar de rubro-negros fanáticos, Jorge Ben Jor e Wilson Simonal fizeram uma tabelinha, desta vez, não para o Flamengo, mas sim, a favor do Timão.

Pouco antes da quebra do tabu em 1977, Jorge escreveu e Simonal gravou, uma canção que já avisava: a alegria pra Fiel estava chegando, vai acabar o tabu. Não deu outra. Alguns meses depois da música, 1×0 na Ponte e tabu quebrado. No intervalo deste jogo, Jorge Ben Jor canta esta canção na cabine de Osmar Santos, num momento histórico do Rádio Nacional.

“Fio Maravilha (Filho Maravilha)” – Bastou o estilo caricato, o jeito desengonçado e um gol contra o Benfica e pronto: o atacante Fio, do Flamengo virava Fio Maravilha na voz e melodia de Jorge Ben Jor. A música, por sinal, que dá o sub-título ao Blog, por incrível que pareça, causou problemas ao próprio Jorge.

Fio, alegando que Jorge estava faturando com seu nome, processou Ben Jor, que precisou mudar a música para “Filho Maravilha”. Porém, não foi uma boa idéia para Fio. A opinião pública caiu matando pra cima do atacante  e deu razão para Jorge, porque o mesmo estava colocando o atacante em evidência. Arrependido e no ostracismo, em 2007 Fio Maravilha, numa entrevista a Rede Globo, autorizou novamente Jorge a usar o Fio ao invés de “Filho”.

“Meus Filhos, Meus Tesouro” – Também gravado na fase black, Jorge festeja seus bens mais preciosos: seus filhos, dizendo que são seu futuro. Arthur Miró, Anabela Gorda e Jesus Corrêa. Cada um, conta o que quer ser quando crescer. Arthur (provavelmente com o nome escolhido por causa de Zico), não titubeia, e crava: “quero ser jogador de futebol”

“Mas Que Nada” – Aparentemente, uma música comum, sem ligação com o Futebol. Mas, em 1998, virou trilha sonora de um comercial da Nike, onde, no mesmo, a Seleção Brasileira, entediada por um atraso no vôo para a França (Copa de 1998), começa a jogar bola nos locais mais improváveis do aeroporto. E daí, pronto: virou tema de boleiro na hora. Até hoje, vira e mexe aparece como trilha de algum gol ou programa de esporte.

É bem possível que eu tenha esquecido alguma canção, são inúmeras. Mas, acho que o resumão do Ben Jor já vai atiçar o DNA futebolista de cada um. Pra mim, um belo esquenta para o show de logo mais a noite. Definitivamente, parafraseando outro clássico de Ben Jor, os Futebolistas estão chegando.

Até mais !

Luís Butti
Twitter: @luisbutti

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Os Futebolistas estão chegando

  1. Calinka disse:

    gosto tanto dele, e olha que nem conhecia essa música que fez em homenagem ao Corinthians.

    agora, gosto mais.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s