Jet-Samba em Preto e Branco ! A Conexão Brasil-México já partiu.

Não adiantou dar pancada o jogo todo no Pacaembu, parar a partida a qualquer lance, reclamar toda hora e sua torcida praticar o vandalismo atuando na Cidade do México semana passada para intimidar o clube de Parque São Jorge. Demorou, sofreu, mas o Corinthians finalmente despachou sem escalas o Cruz Azul da liderança e os mandou de volta para o México com uma vitória de 1×0, gol de Danilo (sim, outra vez Danilo).

Embalados por 31.000 corinthianos, o time de Tite teve um volume de jogo, até certo ponto surpreendente pra um estilo pragmático. O Corinthians chutou 23 bolas no gol contra apenas 9 dos mexicanos, além de vencer em 7×3 nos escanteios. Sinal de domínio dentro e fora de campo.É verdade, o Cruz Azul teve mais posse de bola, o que ocasionou uma forte marcação na saída de jogo dos mexicanos.

Graças a excelente atuação do goleiro Corona, do Cruz Azul, os mexicanos não sairam goleados do Pacaembu. Cruz Azul, que por sinal, só assustou o Corinthians (e como !) nos últimos minutos com uma cabeçada que passou perto e uma bola na trave inferior de Júlio César. De resto, só deu Corinthians, que agora está com praticamente 100% da vaga para as Oitavas asseguradas.

Os fotógrafos do Lance! registraram: pressionando os mexicanos como o time de Tite, a Fiel ganhou o jogo ontem.

Os fotógrafos do Lance! registraram: pressionando os mexicanos como o time de Tite, a Fiel ganhou o jogo ontem.

O Corinthians tem mais dois jogos “em casa”. Enfrenta o Nacional, que, como não possui torcida numerosa, preferiu mandar a partida em Ciudad Del Este (fronteira com o Paraná, reduto corinthiano), ter um estádio praticamente todo alvinegro mas ganhar em renda. E, na sequência, enfrenta o provável já eliminado Deportivo Táchira no Pacaembu.

Agora, o Corinthians tem oito pontos, contra sete do Cruz Azul, três do Nacional e apenas um pontinho do Deportivo Táchira. Tem mais duas rodadas, embora Nacional x Deportivo Táchira ainda tenham um jogo atrasado. Um empate contra o Nacional e o Corinthians estará matematicamente classificado para as Oitavas de Final.

Para ilustrar o Post, a excepcional obra “Brasil/México” do rubro-negríssimo Marcos Valle. Composta em 1970, e com uma nova releitura nos últimos anos, pro álbum “Jet-Samba”, que traz canções instrumentais no estilo de saguões de aeroportos internacionais. A obra, instrumental aborda uma partida fictícia entre Brasileiros e Mexicanos na base da musicalidade de cada país.

E, no balanço do Jet-Samba, o Corinthians de Danilo e cia, mandou o Cruz Azul de volta ao México numa viagem fria, demorada, e sem a liderança. Boa, Timão !

NOTA DO BLOG : Ontem, se estivesse vivo, Ayrton Senna faria 52 anos. Ontem, completaram 24 anos sem Flávio La Selva, fundador dos Gaviões da Fiel. Ontem também comemorou o Dia do Portador de Síndrome de Down.Relembrando tantas pessoas que lutaram pela ética, pela dignidade e pelo respeito entre as pessoas, o Corinthians foi bravo, levantando as bandeiras de La Selva, Ayrton e dos portadores de Síndrome de Down.

A luta contra o preconceito, lutar pelo correto e pela valorização do ser humano. Três causas diferentes, mas tão similares em seu objetivo. Exatamente o oposto do que a torcida e atletas do Cruz Azul demonstraram nas duas partidas.

Até mais !

Luís Butti
Twitter: @luisbutti

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s