98 Vezes Apaixonadamente Paysandu !

O Paysandu de 2003, que assustou o Boca em plena Bombonera

O Paysandu de 2003, que assustou o Boca em plena Bombonera

Amigos do Blog EU, RADAMÉS Y PELÉ, confesso que pela primeira vez, eu fui surpreendido neste espaço.

É que tá acontecendo o seguinte:

Hoje, está sendo comemorado o aniversário do glorioso Paysandu Sport Club, de Belém do Pará, e ao parabenizar o Papão da Curuzu, recebi o carinho enorme do pessoal do Pará no Twitter enviando vídeos e sugestões de pauta.

Infelizmente neste país, é meio raro os blogs, portais e sites dos grandes centros futebolísticos como São Paulo e Rio de Janeiro darem a atenção merecida aos clubes dos estados do Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Aqui não.

Aqui, a homenagem ao Paysandu tem o mesmo valor que uma homenagem ao Fluminense ou ao São Paulo, por exemplo.

Paysandu, velho de guerra. Trouxe o Futebol do Norte do País a tona diversas vezes. Mas a estrela maior foi ser um dos poucos times brasileiros a assustar o poderosíssimo Boca Juniors, em 2003, ao vencê-los na Bombonera por 1×0, pela Libertadores da América do mesmo ano.

Infelizmente, o Paysandu não seguiu adiante e foi eliminado pelo Boca (que seria o Campeão daquele ano vencendo o Santos na Final) no jogo de volta no Mangueirão. Mas o feito de vencer o Boca lá dentro, certamente ficou marcado por todo o estado do Pará, e sem dúvida, para qualquer apaixonado por futebol neste país.

Amigos torcedores bicolores, do Papão da Curuzu !
Receba o nosso forte abraço e felicitações a seu aniversário.

Que o azul de sua bandeira seja tão significativo quanto o Manto da Padroeira do Círio de Nazaré.

Recebemos carinhosamente dos torcedores Nicole Magalhães (@NicolePoder) e Breno Alves (@_BrenoAlves_ ) os seguintes vídeos, que correspondem ao provável título mais comemorado pela nação bicolor: A Série B de 1991, vencendo o ABC, na Semi-Final com um gol de calcanhar do Cacaio (aquele que caiu o alambrado, lembra ? ) e o Guarani de Campinas, na Final. E pronto: o Papão estava de volta a Elite Nacional em 1992.

Elite Nacional, que espera ansiosamente por um dia de um novo retorno do Paysandu.
Um dia em que vocês irão erguer sua bandeira e torcer com o coração.

Nação Bicolor, espero que se emocionem com os vídeos. O Pará merece.
A musicalidade do Paysandu é a própria nação bicolor.

 

Grande abraço !

Luís Butti
Twitter: @luisbutti

 

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s