1992 – The Goalie Show

Amigos, amanhã começa o nosso glorioso Campeonato Paulista de 2012. Porém, resolvemos ir vinte anos atrás para contar uma história.

Em outubro de 1993, amparada pela Cerveja Antarctica, a cantora Madonna lançava a sua turnê internacional chamada THE GIRLIE SHOW, passando em Novembro do mesmo ano pelo Morumbi.

Um ano antes, 1992, amparados pela mesma Cerveja Antarctica refrescando o paladar do pessoal nas arquibancadas, (sim, na época bebida alcoólica era permitida nos estádios paulistas), São Paulo Futebol Clube X Sociedade Esportiva Palmeiras fizeram a Final do Paulistão de 1992.

Final, a qual eu, num trocadilho horroroso (risos), a chamarei de THE GOALIE SHOW.

Um ano antes de Madonna aportar em solo brasileiro, o show que acontecia também no Morumbi era de Futebol. O São Paulo, com o time Campeão da Libertadores da América, pronto para embarcar para o Mundial Interclubes de 1992 contra o Barcelona no hiato de um jogo e outro, e o Palmeiras, começaaaaaaando a sua parceria com a Parmalat.

O São Paulo, bastante superior ao Palmeiras, como era de se esperar, venceu os dois jogos.
Porém, o que surpreendera a todos foi o nível técnico e a quantidade de gols marcadas nas duas partidas.

A primeira, 4×2. A segunda, 2×1.
Eu, particularmente não me recordo de uma Final de Paulistão em dois jogos com tantos gols assim. E, certamente, a Final, dentre as que meu Corinthians não esteve presente, a melhor que eu assisti.

A melhor e mais divertida. Mesmo sabendo que ali estavam se formando dois scratches de rivais ferrenhos que iriam atormentar a minha vida por alguns anos. Mas isso é do futebol.

Particularmente, prefiro a primeira partida. Mais cara de clássico, disputada. Na segunda, já viamos um Palmeiras mais entregue, e o São Paulo, que encarara uma viagem para Tokyo entre um jogo e outro, só administrando.

Assim como um MegaShow da Diva do Pop, São Paulo e Palmeiras nos presentearam com momentos dignos do Paulistão.

Com ão maiúsculo. Igual nas campanhas do Estadão e da Nova Schin. Porque é assim que o Paulistão precisa e merece deve ser tratado.

É certo e notável que times do interior estão mais fortes embora os quatro gigantes mantenham a tradição de, na maioria das vezes, dois deles fazerem a Final. Mas o torneio está aberto, com direito a mata-mata e pênaltis. Igual Copa do Mundo. Sem vantagem de empate.

Ou seja, tradição viva.
Com todo o respeito, Paulistinha o caralho. Ele voltou mais forte do que nunca, com grandes clássicos e estádios lotados.

Recordemos juntos o The Goalie Show de vinte anos atrás. Um ano antes da turnê quase homônima da Diva do Pop.

O show da Madonna, de fato, foi ótimo. Mas outra vez, vou optar pelo show que veio primeiro.

 

Luís Butti
Twitter: @luisbutti

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s