O dia em que as Spanish Bombs se voltaram contra os spanishs.

Spanish songs in Andalucia
The shooting sites in the days of ’39
Oh, please, leave the vendanna open
Fredrico Lorca is dead and gone
Bullet holes in the cemetery walls
The black cars of the Guardia Civil
Spanish bombs on the Costa Rica
I’m flying in on a DC 10 tonight
Spanish bombs, yot’ quierro y finito
Yo te querda oh ma corazón
Spanish bombs, yot’ quierro y finito
Yo te querda oh ma corazón
Spanish weeks in my disco casino
The freedom fighters died upon the hill
They sang the red flag
They wore the black one
But after they died it was Mockingbird Hill
Back home the buses went up in flashes
The Irish tomb was drenched in blood
Spanish bombs shatter the hotels
My senorita’s rose was nipped in the bud
Spanish bombs, yot’ quierro y finito
Yo te querda oh ma corazón
Spanish bombs, yot’ quierro y finito
Yo te querda oh ma corazón

The hillsides ring with “Free the people”
Or can I hear the echo from the days of ’39?
With trenches full of poets
The ragged army, fixin’ bayonets to fight the other line
Spanish bombs rock the province
I’m hearing music from another time
Spanish bombs on the Costa Brava
I’m flying in on a DC 10 tonight
Spanish bombs, yot’ quierro y finito
Yo te querda oh ma corazón
Spanish bombs, yot’ quierro y finito
Yo te querda oh ma corazón
Oh ma corazón, oh ma corazón
Spanish songs in Andalucia, Mandolina, oh ma corazón
Spanish songs in Granada, oh ma corazón
Oh ma corazón, oh ma corazón, oh ma corazón

Parece que foi ontem. Mas já fazem 12 anos do jogo, que para muitos corinthianos, é o melhor da história do clube (em se tratando de qualidade técnica).

Mundial da FIFA 2000, Corinthians 2×2 Real Madrid. O Corinthians empatou, mas poderia ser mais pra cima dos espanhóis. Muito mais.

Tudo porque, antes da partida, o francês Karembeu, do Real Madrid, afrimara não conhecer Edílson, em claro tom de provocação. Era o estopim para que todas as armas merengues se voltassem contra o Real Madrid.

O Real Madrid, de Raúl, Casillas, Anelka, Roberto Carlos, Geremi, entre outros, que, antes da partida era cotado como o grande favorito da partida pelo seu esquadrão, não apenas de 11 jogadores, mas de um elenco de cerca de 25 atletas, é verdade, teve sim chances claras de vencer o clássico internacional, com um pênalti de Anelka, defendido por Dida.

Mas não contava com a altíssima motivação corinthiana, que, provocada pelo Real Madrid via imprensa na véspera da partida, bombardeou sem dó os espanhóis, que foram salvos da derrota por dois erros grotescos de arbitragem, num  gol do zagueiro João Carlos, mal anulado, e uma bola cara a cara do Capeta Edílson, marcado impedimento errôneamente. O jogo correu com o Real Madrid abrindo a contagem com Anelka, e levando a virada com dois tentos de Edílson. Os espanhóis ainda empataram novamente com Anelka. O jogo terminaria num injusto empate de 2×2, com sabor de vitória em preto e branco.

As “Spanish Bombs” do provável bombardeio madrilenho que a imprensa vomitava, aconteceu contra os próprios.

Naquela tarde, o Real Madrid teve a sorte que a Andaluzia e a Costa Rica (por sinal, país do árbitro da partida) não teve, na canção do The Clash.  Salvo pelo árbitro, mas não pela impiedosa artilharia corinthiana, que seguiu afiada na rodada seguinte, venceu o Al Nasser da Arábia Saudita levando o Corinthians para a Final e eliminou os espanhóis.

Uma semana depois de Corinthians 2×2 Real Madrid, o Corinthians vencia o Vasco da Gama nos Pênaltis no Maracanã e se tornava Campeão Mundial FIFA 2000.  Mas isso é história para outro dia, com outra música.

De certo é que a História do Futebol nunca mais era a mesma após o dia em que o bombardeio mudara de lado, contra seus próprios atiradores.

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s